Liga NOS Virtual: Dicas dos Especialistas J17

Os nossos três especialistas em fantasy trazem-te as suas incríveis sugestões para a 17ª ronda da Liga NOS!

O Especialista

Pedro Rebocho | FCPF | D | 4.5M | Em 0% das escolhas

Internacional pelas camadas jovens lusas, dos sub-16 aos sub-21, encaixou que nem uma luva na equipa sensação da Liga, de onde saiu em 2017 após bela época nos cónegos com conquista da Taça da Liga. Fruto da regularidade, intensidade e fiabilidade, além da execução das bolas paradas, tem tudo para ser uma aposta a ter em conta para toda a 2ª volta, ao serviço dos castores, que recebem o Tondela, após superarem os 30 pontos em Barcelos, com a inédita série de uma mão cheia de vitórias comsecutivas.

Alberth Elis | BFC | M | 6.0M | Em 0% das escolhas

O internacional hondurenho iniciou a reviravolta em Portimão, regressando aos golos 41 dias depois e os axadrezados às vitórias, quase 3 meses após a única, na recepção aos encarnados da Luz. Cria perigo a partir de qualquer corredor, fruto da astúcia e sagacidade nos movimentos entre defesas adversários, e na visita dos galos de Barcelos, tudo fará/farão para continuar na senda dos bons resultados e eficácia ofensiva, justificando o investimento neste velocista que fez muitos estragos na MLS.

Abel Ruiz | SCB | PL | 7.0M | Em 3% das escolhas

O internacional sub-21 formado no Barcelona viu mudar o cacifo da concorrência, no momento em que procura afirmar-se como titular e também o 1º golo na prova, pois já tem meia dúzia nas Taças. Na recepção ao Portimonense, será a referência ofensiva da oleada movimentação colectiva em posse, criando situações de finalização com facilidade, após circulação alternada entre sectores e corredores, podendo ser o diferencial que buscas para a ronda final da 1ª volta.

André Baptista

Raul Silva | SCB | D | 5.5M | Em 3% das escolhas

Com a lesão de Sequeira e a despromoção de Bruno Viana, estão escancaradas as portas da titularidade para Raul Silva. Um dos centrais com maior goal threat da Liga NOS, algo que esteve bem visível na semana passada, já passou a mão cheia de golos em 2 ocasiões desde que chegou para fazer carreira em Portugal.

Ivo Pinto | RAFC | D | 5.0M | Em 4% das escolhas

Continuando na senda de defesas experientes, o veterano lateral direito é um dos elementos chave da defensiva do Rio Ave. Com 4 clean sheets em 7 jogos nos Arcos, tem 3 jogos em casa nos próximos 4, recebendo Nacional, Tondela e Famalicão. Além de retornos defensivos, gosta de subir pelo corredor e apoiar o ataque, o que poderá gerar aquela surpresa adicional nesta sequência.

João Amaral | FCPF | M | 6.0M | Em 0% das escolhas

Longe parecem ir as épocas em que João Amaral despontou no Pedras Rubras, mostrando depois todo o seu talento junto ao Sado, com duas épocas excelentes pelo Vitória local. A 2ª época na Polónia não foi tão conseguida como a 1ª, à semelhança do arranque da sua passagem pelo Paços. Parece ser agora aposta de Pepa e já fez baloiçar as redes na última vitória da equipa sensação da Liga NOS. É uma excelente opção para aproveitar o bom calendário do Paços.

José Miranda

Ricardo Mangas | BFC | D | 4.5M | Em 1% das escolhas

“A época do Boavista não tem correspondido às expectativas geradas durante o defeso quando ao Bessa chegou um camião de nomes conhecidos por todas as vertentes de analistas, desde o veterano campeão de qualquer coisa, passando pelo regressado à Liga NOS depois uma passagem menos conseguida no estrangeiro até ao menino-querido de um qualquer olheiro da Internet. Aliados a um treinador aclamado pelo seu estilo de jogo ofensivo, pareciam lançados para uma grande época e não o 17º lugar na tabela ao fim do primeiro terço da época.”

Isto foi o que escrevi na J13, quando recomendei Léo Jardim, antes de uma boa sequência para o Boavista dar a volta à sua época. Os ares de mudança e o dedo de Jesualdo demoram a fazer-se sentir nos axadrezados, mas a vitória em Portimão pode ter sido o click que esta equipa precisava. Uma sequência com jogos caseiros apetecíveis (GVFC-CDN-fcp-MFC-vsc) é suficiente para me sentir confortável em apostar num lateral esquerdo com potencial de retornos ofensivos.

Kenji Gorré | CDN | M | 5.5M | Em 0% das escolhas

Depois de um início de época onde não foi escolha regular, o curaçauense parece agora ter agora garantido a titularidade para os próximos tempos, fruto da envolvência ofensiva desde que é aposta de Luís Freire. Com assistências em partidas consecutivas, é o médio com mais remates enquadrados nas últimas 3 jornadas (Sérgio Oliveira esteve ausente e Pedro G. parece ter esfriado um pouco e estará em período de regressão à média) e mesmo não tendo no horizonte jogos específicos em que apostar (rafc-bfc-SCF-bel-SCB), nas partidas em que os insulares viajam até ao continente terá muito espaço para galgar metros e consolidar a forte conexão com Róchez.

Anderson Silva | FCF | PL | 6.0M | Em 0% das escolhas

“À 12ª é de vez. Já todos tentaram mas esta época ainda nenhum “especialista” conseguiu acertar numa boa exibição de um jogador famalicense. Longe do FamaShow da época passada, uma temporada nivelada por baixo já motivou uma mini-revolução no plantel (…)”.

Este pedaço de texto é só da semana passada e só não está tão actual como na altura em que foi escrito, porque falta a menção à chicotada psicológica após a derrota nos Açores. Com o fecho do mercado e este trecho específico de época, em que nenhum calendário com excepção dos 4 da frente é particularmente atraente, o do Famalicão acaba por ser dos melhores devido aos jogos caseiros (MFC-slb-BEL-rafc-SCF). O forte ponta-de-lança brasileiro esteve perto da dezena de golos nas duas épocas anteriores e, se for uma aposta constante de Silas (que assumo à partida que trará consigo uma alteração táctica que coloque 3 centrais em campo e dois jogadores de suporte ao #9) tem em si todas as características para alcançar tal feito em apenas meia época.

Leave a Reply

Our website is currently in open-beta stage. Enjoy! 
Language